EnglishFrenchGermanPortugueseSpanish
| +55 12 3865-3275 | +55 12 99622-9043

Blog

7 fev

Yes, nós temos banana!

Você sabia?

A bananeira não é uma árvore. Ela não possui tronco nem galhos, é na verdade uma erva-gigante, a maior da face da Terra.

Ilustração antiga de um pé de banana

A banana é a quarta cultura mais importante do planeta, perdendo apenas para  o arroz, o trigo e o milho. É a fruta tropical mais consumida no mundo.

Se todas bananas que crescem a cada ano no mundo fossem colocadas em fila, dariam a volta na Terra mais de duzentas vezes (!!)

Uma banana de  100 g possui 0,5% de gordura, ou seja, 0,5 g. Isso equivale a oitenta vezes menos a gordura de um hambúrguer comum.

Ilustração antiga de um cacho de banana prata

Além de fornecer energia, ela também pode ajudar a superar ou prevenir um número substancial de doenças e manter o bom condicionamento físico,  sendo, portanto, aconselhável que se transforme num produto diário da dieta de cada um. Uma banana média de 114 g apresenta elevada concentração de carboidratos (cerca de 25 g), além de potássio (452 mg), entre outros nutrientes.

Aqui no Sítio Bacarirá temos uma pequena produção de bananas dentro de um modelo de agrofloresta, desenvolvido pelo proprietário do sítio, o alemão, ecólogo e engenheiro agrônomo Friedrich Widmer.

Plantação de banana em conjunto com palmito juçara e abacate

Durante muitos anos o manejo, produção e comercialização da banana foi a maior atividade econômica do Sítio Bacarirá.

Colheita de banana do tipo “nanica”

Atualmente a produção limitada de bananas (dos tipos ouro, prata e nanica em sua maioria)  é de subsistência e serve para complementar o café da manhã de nossos hóspedes na forma de bolos, doces, geléias e vitaminas, além da utilização da banana verde como biomassa.

Mas o que é a biomassa? A biomassa de banana verde é um purê ou uma pasta de banana verde feito com a polpa da banana verde cozida, muito utilizada como espessante de alimentos. Repleta de vitaminas e minerais com baixo teor de açúcar, além de amido resistente, fibras e flavonoides.

Sua utilização tem comprovados efeitos positivos na saúde:

Ajuda no emagrecimento, pois é pobre em calorias e rica em fibras que dão a sensação de saciedade;

Combate a prisão de ventre, por ser rica em fibras;

Combate a depressão, por ter triptofano, uma substância importante para formar o hormônio serotonina, que aumenta a sensação de bem-estar;

Diminui o colesterol alto, pois ajuda a reduzir a absorção de gordura no organismo;

Previne infecções intestinais, pois mantém a flora intestinal saudável.

Para obter seus benefícios, deve-se consumir 2 colheres de sopa de biomassa por dia.

Diferentemente do que muitos acham, a biomassa de banana verde não tem gosto de banana, pois é preparada a partir da fruta verde, não alterando o sabor das preparações.

Caldo de banana verde servido na Casa Bacarirá

A biomassa substitui espessantes, como a farinha de trigo ou amido de milho, para engrossar e dar corpo às receitas.

Pode-se usar a biomassa de banana verde em molhos pra salada e patês, vitaminas, sucos, patês e massas de pães ou bolos, além de alimentos quentes, como mingau de aveia, caldos e sopas.

Jantar com saladas e molho de abacate enriquecido com a biomassa da banana verde

 

Quer saber mais sobre os benefícios da banana, aprender a fazer a biomassa e até mesmo participar do plantio e colheita da banana? Agende conosco uma oficina!

Referência bibliográfica: Yes, Nós Temos Bananas – Histórias e Receitas com Biomassa de Banana Verde –  Marcia Camargos e Heloisa de Freitas

Leave a Reply